Nome: Omana Kasongo. Nacionalidade: República Democrática do Congo. Profissão: professor de Francês. Omana é um refugiado. E como refugiado contou sua história no Colégio nesta quarta-feira.

O congolês era ativista pelo direito das mulheres em uma zona de guerra e chegou ao Brasil depois de escapar da morte planejada pelo governo local.

Ele entra na soma dos números cada vez mais crescentes de refugiados que se espalham pelo mundo e também no Brasil.
Aqui, recebeu ajuda da Adus (Instituto de Reintegração do Refugiado), representada por Marcelo Haydu.
Na palestra, os alunos souberam um pouco sobre a situação em que eles vivem no Brasil e em São Paulo.
Também souberam dos esforços para que possam voltar a ter uma vida digna depois de terem sido forçados a deixar seus países de origem.
 
Além de despertar a atenção para o problema dos refugiados, as histórias emocionantes, sensibilizaram todos sobre a importância de se pensar no outro.
 
Além de participar da palestra, os alunos também desenvolveram outra atividade dentro do projeto social.
Clique aqui para saber como eles ajudaram a entidade que assiste refugiados em São Paulo.